quinta-feira, 19 de novembro de 2020

 

#RESENHA Nº 166

#LIVROS

 

TÍTULO DO LIVRO: A GAROTA DO LAGO

AUTOR(A): CHARLIE DONLEA

TRADUÇÃO: CARLOS SZLAK

EDITORA: FARO EDITORIAL

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2017

NÚMERO DE PÁGINAS:294

RECOMENDAÇÃO: LITERATURA ADULTA

 

            O livro fala de um assassinato acontecido numa bucólica cidade do interior e de toda a investigação que foi feita para que se descobrisse o culpado. A jovem Becca Eckersley foi brutalmente assassinada e isso provocou uma grande comoção nos habitantes daquela cidade, pois a jovem só viera passar uns dias na casa de veraneio da família.

Kelsey Castle foi a repórter investigativa deslocada pelo jornal para investigar o caso. E ela estava bastante sensível, pois estivera afastada por um tempo da sua função porque sofrera um estupro.

Logo, de cara, ela percebe que há pessoas querendo dificultar seu trabalho. O problema é que Becca é filha de um poderoso advogado, aspirante a juiz que não quer ver seu nome envolvido em um escândalo para não prejudicar sua ascensão ao cargo. Ela, então, entra em contato com quem esteve com a vítima nos últimos dias, procurou nas redes sociais nomes de possíveis amigos, ex-colegas de estudo. Teve ajuda de um médico, mas pouca coisa facilitava seu trabalho.

As coisas que foi descobrindo a deixaram muito chocada porque percebeu que depois do ataque de um homem, Becca não teve a chance que ela mesma tinha tido: a de sobreviver para contar a história.

Um livro de suspense muito bem escrito.

 

 

DLL- NOVEMBRO- 4º- UM LIVRO POLICIAL

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

 

#RESENHA Nº165

#LIVROS

 

TÍTULO DO LIVRO: ISABELLE: TODA FARSA TEM UM FIM

AUTOR(A): LUNA LEITÃO

EDITORA: E-BOOK PUBLICADO PELA AMAZON

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2018

NÚMERO DE PÁGINAS: 369

RECOMENDAÇÃO: LITERATURA ADULTA

 

O livro conta a história de Isabelle, uma mulher mineira que vive em Londres e tem como melhores amigos Pedro e Javier. Os dois são um casal homossexual, mas tem medo de assumir junto à família de Pedro porque ele volta para sua terra natal, em Minas Gerais, e pretende assumir um alto cargo na empresa da família e teme que o pai não o aceite caso descubra sua opção sexual. Sendo assim, arma uma farsa com a ajuda de Isabelle. Nela, Pedro e Isabelle comemorariam seu noivado quando chegassem ao Brasil.

            Entretanto, antes de manterem contato com o empresário Cassiano, o pai de Pedro. uma grande coincidência acontece.

            Pedro e Isabelle chegam à cidade onde mora o pai deixando Javier numa cidade vizinha hospedado em um hotel.

            Cassiano fica feliz com a volta do filho e imediatamente, Pedro começa a trabalhar na empresa e convence o pai de que está preparado para assumir o cargo. Javier e Pedro continuam a se encontrar, às escondidas, até que Pedro sinta que pode contar com o apoio do pai sobre sua opção sexual.

            Só Isabelle não pode contar sobre a farsa e, por isso, se sente encurralada.

            Uma história tensa do começo ao fim, trazendo um romance arrebatador que não é o de Pedro e Javier.

            O romance é dividido em 40 capítulos tem partes bastante dramáticas, porém é bem envolvente. Vale a pena ler o livro.

No link a seguir, há a resenha de outro livro da mesma autora. Acesse e conheça também um pouco de sua biografia. http://livroseleiturasdepaula.blogspot.com/2019/10/98-resenha-do-livro-insensato-coracao.html

DLL -  NOVEMBRO -3º- UM LIVRO DO SEU GÊNERO FAVORITO

 

 

sábado, 7 de novembro de 2020


#RESENHA Nº 164

#LIVRO

 

TÍTULO DO LIVRO: MALORIE

AUTOR(A): JOSH MALERMAN

TRADUTOR: ALEXANDRE RAPOSO

EDITORA: INTRÍNSECA

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2020

NÚMERO DE PÁGINAS: 288

RECOMENDAÇÃO: LITERATURA JUVENIL

 

                O livro é a sequência do livro CAIXA DE PÁSSAROS.

                Ele inicia com os personagens na casa que os acolheu no final do primeiro livro. Na época, as crianças Tom e Olympia estavam com 4 anos de idade. Naquele lugar, as crianças obedecem à mãe fielmente e, como consequência, são superprotegidos, não conseguem tomar decisões por conta própria, mesmo porque a mãe não deixa. Pelo menos era isso que Malorie pensa.

                Dez anos se passam. Os adolescentes estão na fase de rebeldia, mesmo assim, para tudo a mãe diz: “Não tirem a venda.” Para ela, nada mudou e ela continua paranoica, com a ideia fixa de que não se pode olhar para as criaturas sem enlouquecer.

                Entretanto, a visita de um agente do senso a deixa disposta a procurar pelos pais que, pelo que está escrito em sua papelada, estão vivos em outra cidade. Os filhos a animam dizendo que podem ir de encontro aos pais dela; que estarão juntos para o que der e vier.

                Então, embarcam em um ‘trem cego’ que, segundo dizem, vai em direção à cidade onde os pais estão. Esta será a epopeia do livro. Nesta viagem de muitas descobertas, Malorie é obrigada a admitir que os filhos não são mais crianças; que eles têm ideias muito diferentes das dela e não querem mais viver escondidos, enclausurados e a mãe sofre por ‘cortar finalmente o cordão umbilical’ que os manteve unidos por todos aqueles anos; que a venda está impregnada na sua cabeça de tal forma que, para ela, não se pode viver sem ela.  

                O livro traz muitas reflexões metafóricas para o leitor sobre as vendas que usa sem perceber. Tem um clima de suspense mais intenso que o primeiro livro da trama.

                Vale muito a pena ler o livro.

 

DLL- NOVEMBRO - 2º- UM LIVRO QUE SEJA O PRÓXIMO DE UM SÉRIE

domingo, 1 de novembro de 2020

#RESENHA Nº163

#LIVROS


TÍTULO DO LIVRO: SEIS ANOS DEPOIS

AUTOR(A): HARLAN COBEN

TRADUÇÃO: RICARDO QUINTANA

EDITORA: ARQUEIRO

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2015

NÚMERO DE PÁGINAS: 224

RECOMENDAÇÃO: LITERATURA ADULTA

 

Harlan Coben é um autor estadunidense muito aclamado na atualidade. Seu primeiro livro foi publicado nos anos 1990. Depois, ele começou a escrever livros no  gênero suspense e criou a personagem Myron Bolitar e para ele, escreveu onze livros. O romance NÃO CONTE A NINGUÉM é seu maior best-seller e tem, inclusive, uma versão para o cinema. Escreveu vários outros livros todos de grande sucesso.

Seis anos depois foi publicado em 2013 nos Estados Unidos e em 2014, no Brasil. É ambientado nos Estados Unidos nos dias atuais. Toda trama desse livro de suspense gira em torno de Jake, um professor universitário, na casa dos 30 anos, solteiro. Solteiro porque seis anos antes se apaixonara loucamente por Natalie e ela, do dia para a noite, resolvera se casar com seu ex-namorado Tood, embora parecesse tão apaixonada por Jake quanto ele por ela.

Tinham vivido juntos num retiro meses maravilhosos, os melhores de suas vidas. Ele só acreditou que ela iria realmente casar com Tood, quando a viu entrar numa igreja no dia do seu casamento. E no final da celebração, ela ainda o fez prometer que a deixaria em paz para viver a vida que escolhera. E assim ele prometeu e cumpriu até o dia em que uma nota de falecimento lhe tirou a paz: leu o obituário de Tood, o marido de Natalie e resolveu ir ao seu enterro e se reaproximar de Natalie agora que se tornara viúva.

Entretanto, ao chegar no local do enterro, não reconheceu a esposa de Tood como a mulher que ainda amava. Soube também que o falecido tinha um filho já adolescente e isso começou a intrigá-lo. Começo a investigar a vida de Tood e percebeu que as informações encontradas não condiziam com o que sabia sobre ele. Dizia que sua esposa se chamava Delia. Continuou sua pesquisa centrando-a nas figuras de Natalie, de sua mãe e da irmã, mas era tudo muito vago.

Coisas muito estranhas começam a acontecer com ele como um sequestro, uma morte e parece que de tudo isso, ele era sempre o suspeito. Mal sabia ele que estava se metendo numa história de muitos segredos. Perguntas sem resposta ou mal respondidas vão instigando o leitor a querer ler o livro sem parar.

A história dividida em 36 capítulos tem partes bastante dramáticas, porém é muito envolvente, pois o suspense prevalece do começo ao fim do livro. O autor vai deixando pistas no decorrer dos capítulos e o final não foi tão inesperado para mim; mesmo assim, achei o livro muito bom. Pretendo ler mais livros dele.

 

DLL- NOVEMBRO- 1º- UM LIVRO DE CAPA AZUL

 

 

 

  

domingo, 25 de outubro de 2020

#RESENHA Nº 162

#LIVRO

 

TÍTULO DO LIVRO: SIMPLESMENTE ACONTECE

AUTOR(A): CECELIA AHERN

TRADUÇÃO: AMANDA MOURA & IVAR PANAZZOLO JÚNIOR

EDITORA: NOVO CONCEITO

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2018

NÚMERO DE PÁGINAS: 318

RECOMENDAÇÃO: LITERATURA JUVENIL

 

A escritora e também jornalista irlandesa publicou seu primeiro livro P.S. EU TE AMO em 2002 e com ele alcançou o sucesso: forma mais de seis milhões de cópias vendidas.  Este livro foi traduzido para mais de 45 línguas. Tem vários outros livros publicados, entre eles há romances e antologias de contos.

O livro tem uma dinâmica bastante peculiar: é integralmente composto por correspondências: cartas, bilhetes, e-mail e mensagens de chat entre os personagens. Isto me surpreendeu positivamente. No início, eu estava ansiosa para ver quando começaria a narração da história em si e, ao perceber que ela se daria somente por meio de correspondências, imaginei que não seria interessante, mas me enganei. A história flui muito agradavelmente.

O livro acompanha a vida da protagonista Rosie desde a infância até seus 50 anos de idade. Fala das oportunidades que teve com seus pais para estudar e ter uma boa convivência com os amigos (principalmente com o best-friend Alex) e, mais tarde, para perseguir o sonho de dirigir um grande hotel. Também de como se anulou para dar vez aos sonhos da filha Katie mantendo-se em empregos insuportáveis. Ainda, e principalmente, dos momentos de indecisão para se relacionar com Alex, o grande amor de sua vida. De como os dois eram almas gêmeas, mas sempre que tinham a oportunidade de ficarem juntos, acontecia algo que os desencorajava. De seus casamentos frustrados e do amor pelos filhos.

Enfim, a narrativa de uma vida um tanto quanto triste, mas ainda assim, um livro interessante para se ler, pois a expectativa de felicidade para a protagonista não deixava a tristeza dela tomar conta da leitura.

DLL - OUTUBRO – 5º - UM LIVRO DE UM AUTOR IRLANDÊS

segunda-feira, 19 de outubro de 2020


#LIVROS

TÍTULO DO LIVRO: PÓ DE LUA NAS NOITES EM CLARO


EDITORA: INTRÍNSECA

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2016

NÚMERO DE PÁGINAS: 201

RECOMENDAÇÃO: PARA TODAS AS IDADES



             A autora pernambucana, desde criança, mistura palavras com desenhos criando, um livro com poesias desenhadas. PÓ DE LUA, seu primeiro livro, foi publicado em 2014.

Clarice acredita que o mundo é cheio de belezas e as expressa de forma bastante sensível por meio de seus poemas e, entremeados a eles, escreve trechos em prosa poética.

O livro foi inspirado nas noites em claro que a autora passa. Para cada hora da noite, ela observa e/ou imagina coisas diferentes, bonitas, cheias de criatividade, de felicidade. Para ela, não tem hora inútil, triste; tudo pode trazer alegria, melancolia, harmonia.

Ela escreve desenhando, por isso o livro é leve, livre e solto. De leitura rápida e prazerosa. Indicado para pessoas de qualquer idade, mas que tenha a sensibilidade apurada para perceber coisas belas onde a maioria vê solidão, dor e tristeza.

Um livro para elevar a autoestima, portanto, vale a pena lê-lo.

DLL- OUTUBRO- 4º- UM LIVRO QUE LEMBRE A INFÂNCIA

terça-feira, 13 de outubro de 2020


#LIVROS

TÍTULO DO LIVRO: O SEQUESTRO - CASA DO PESADELO


TRADUÇÃO:  AULYDE SOARES RODRIGUES

EDITORA: ROCCO JOVENS LEITORES

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2003

NÚMERO DE PÁGINAS: 165

RECOMENDAÇÃO: INFANTO-JUVENIL

A protagonista é Nora, uma jovem universitária que mora na Casa do Rouxinol, uma casa em que estudantes moram em regime de internato durante o período da faculdade. Estavam de férias e por isso, a maioria dos jovens internos havia ido para a casa dos pais. Ela, por não dispor de dinheiro, ficara.

Neste período, arranjara um emprego numa creche onde cuidava de crianças e Mindy, cujo pai era professor e a mãe estava hospitalizada, era uma das crianças de quem ela tomava conta. A senhora Coates, sua chefe, havia alertado a jovem para que não se envolvesse demais com nenhuma criança, mas Nora já se afeiçoara à Mindy. Tanto que, numa manhã de sábado, foi levar-lhe uma boneca para brincar, pois sabia que a menina de 3 anos se sentia muito só.

Enquanto estava na casa dela, a governanta Mary pediu se Nora poderia ficar um pouco com a garota, pois precisava sair. Ela aceitou, mas ficou com uma dor de cabeça muito forte e ansiava pela volta de Mary para que pudesse ir para casa a fim de que pudesse se deitar porque ela sabia que sua dor só passaria se dormisse.

Estava num sono ferrado quando foi acordada com a notícia de que Mindy sumira e mais; que ela era uma das suspeitas do seu desaparecimento.

É preciso ressaltar que a mãe de Nora sofrera de distúrbios psiquiátricos e que a própria Nora herdara a enxaqueca e os lapsos de memória de que sua mãe também sofria. Embora ninguém daquele meio soubesse disso, a ideia preocupava a jovem.

Várias tentativas de tirar Nora de perto aconteceram e seu assassinato esteve prestes a acontecer por várias vezes.

Novas suspeitas surgiram num dia em que Nora estava reunida com Reardon, Amu, Fitz, Lucas e Sabra e cada um dos amigos de Nora falou de sua infância.

Um livro, embora infanto-juvenil, traz um suspense muito bem tramado, digno de um filme de Hitchcock.

Vale muito a pena ler o livro.

DLL- OUTUBRO- 3º- UM LIVRO DE SUSPENSE OU TERROR


  #RESENHA Nº 166 #LIVROS   TÍTULO DO LIVRO: A GAROTA DO LAGO AUTOR(A): CHARLIE DONLEA TRADUÇÃO: CARLOS SZLAK EDITORA: FARO EDIT...